Facebook

Greve dos professores paralisa escolas no distrito

greve

A adesão à greve geral dos professores paralisou cinco escolas do distrito e teve impacto no funcionamento de outros estabelecimentos de ensino do Alto Alentejo.


Segundo os dados avançados durante a manhã pela União dos Sindicatos do Norte Alentejano, a adesão à greve chegou ao 100% na 1º CEB Alter do Chão, JI Esperança, em Arronches, JI Boa Fé, 1º CEB e JI Alcáçovas, em Elvas, 1º CEB e JI de Castelo de Vide, EB1 Vaiamonte e EB1 Assumar, em Monforte. Todos estes estabelecimentos ficaram sem actividade lectiva.
Já na EB/ JI Santo António das Areias, em Marvão, ES D Sancho II e 1º CEB Boa Fé, em Elvas, e no Agrupamento Ponte de Sor registou-se uma adesão superior a 50%.
A greve teve ainda impacto na EB 2,3 N.S. Luz em Arronches, EBI/ JI Portagem, em Marvão, Escola Secundária de S. Lourenço, em Portalegre, EB 2,3 Boa Fé, em Elvas, Agrupamentos de Fronteira e Nisa e na EB Monforte e EB 2,3 Avis.
As progressões nas carreiras dos docentes estão na base deste protesto convocado pela FENPROF, sendo que muitos milhares de professores se concentraram-se esta manhã junto à Assembleia da República, quando se discutia, na especialidade, o diploma que regulamente esta matéria.

Foto meramente ilustrativa

e-max.it: your social media marketing partner

1ª Página

Publicidade

Links Úteis