Facebook

Armando Varela demite-se da Fundação Robinson

armando varela

Armando Varela pediu a demissão do cargo de vogal do Conselho de Administração da Fundação Robinson, órgão no qual era o único que figurava após as saídas de José Faria Paixão e José Travassos, que pediram a demissão dos cargos de presidente e de vogal, respectivamente, em Abril último.


Na carta de demissão, endereçada a Adelaide Teixeira, presidente do Conselho de Curadores da Fundação e também presidente da Câmara de Portalegre, Armando Varela refere que o órgão «deixou de ter quórum» desde o dia 15 de Junho, data a partir do qual se tornou efectiva a demissão de José Faria Paixão, da qual a Câmara, «inexplicavelmente, não teve conhecimento até hoje».
O também vereador da Câmara Municipal relembra ainda que «perante o silêncio da Câmara» reiterou «a necessidade da recomposição» do Conselho de Administração, tendo recebido como resposta da presidente da Câmara «que não tinha aceite a demissão do presidente» (José Faria Paixão), uma decisão que, lembra, «é da competência da Câmara e não do seu presidente», sendo que «o órgão não tinha decidido sobre o assunto como nada decidiu até à presente data», adianta.
Assim e porque «desde 15 de Junho estou impedido de exercer as funções de administrador da Fundação Robinson, não faz qualquer sentido permanecer como seu administrador», lê-se no documento.

e-max.it: your social media marketing partner

1ª Página

PUBLICIDADE

Calendário

Julho 2019
S D
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31 1 2 3 4

RTP Notícias

 

Links Úteis