O Conselho Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo aprovou proceder ao início de um procedimento para um estudo técnico, que permita fazer uma primeira avaliação sobre a viabilidade do aproveitamento do Aeródromo de Tancos para a implementação de um aeroporto regional.

O objectivo da CIM do Médio Tejo é desenvolver, em estreita colaboração com a Instituição Militar, um conjunto de trabalhos e estudos preparatórios que permitam conhecer e avaliar as mais-valias de um eventual aproveitamento do Aeródromo de Tancos para a implementação de um aeroporto regional, como porta de entrada na região através do meio aéreo.
Para além da realização do estudo, que prevê avaliar a procura, a concorrência, as características técnicas e os custos alocados à construção de um aeroporto regional, os autarcas da CIM do Médio Tejo já solicitaram um conjunto de reuniões com os Ministros da Defesa e das Infraestruturas e irão proceder à realização de debates públicos sobre o assunto.
O primeiro debate já tem data marcada e acontecerá no próximo dia 5 de Fevereiro, às 21h, no Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha e «o objectivo é envolver os empresários, as CIM's e os cidadãos nesta causa, que defende a construção do aeroporto em Tancos», refere Anabela Freitas, presidente da CIM do Médio Tejo.
«Não estamos a competir com ninguém, o que entendemos é que temos uma centralidade, que não é só nacional, é também ibérica e estamos muito bem servidos por redes rodoviárias e ferroviárias, estando assim reunidas todas as condições para acolher uma infraestrutura deste género», salienta.
Recorde-se que no dia 16 de Janeiro, reunidos em Conselho Intermunicipal, os autarcas deliberaram solicitar uma reunião, com carácter de urgência, ao ministro das Infraestruturas e da Habitação, reiterando uma posição assumida anteriormente.
Com estas reuniões, os autarcas do Médio Tejo querem obter uma definição política clara e objectiva sobre o aeródromo de Tancos, uma infraestrutura aeronáutica essencial para a região do Médio Tejo e para o interior.

Mais Notícias